sábado, 27 de agosto de 2016

No meio do mundo...


Como diz a música do meu amigo Nivito:
“Quer saber onde eu tô?
Tô no norte do Brasil...Eu tô em Macapá”



Cidade cortada pela linha do equador
Cidade de muito sol, de muito calor...
Cheia de encantos mil e amor.



Cidade que amo
Que venero...
Cidade morena,
Em ti fico a Latitude Zero



Se quiser, te tenho no norte
Onde tudo é mais vistoso
E forte
O Norte da minha flor



Mas se quiser, também te tenho no sul
Navegante...
Meu rio-mar... azul?
Meu pássaro Urutau.



Na dúvida de teu aconchego
Indecisa entre Norte e Sul
Se quiser, te tenho do jeito
Um pé cá outro lá... em tu.



Se ainda assim, suficiente não for
E se ainda procurar paixão
Irresoluta entre Sul e Norte
Sob a linha ... setentrião.



E nesse mundo, ao centro
Meado minha confusão geral
Titubeia no centro da terra
Meu equilíbrio gravitacional



Exaltada com tua magnitude
Terra linda, viril paixão.
Em ti posso alcançar o tudo
E até pôr o Sol nas mãos.



Para explicar melhor onde moro
Uso as palavras do meu amigo Zé Miguel:
"É fácil o meu endereço, vá lá quando o sol se pôr.
Na esquina do rio mais belo, com a linha do Equador".


(aramas)

Um comentário:

  1. Que linda postagem, amei ler e ver amiga Samara!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir